Concorrência Entre Bancos Facilita A Compra Da Casa Própria
Voltar para o blog

Concorrência Entre Bancos Facilita A Compra Da Casa Própria

Juros baixos, inflação sob controle e retomada da credibilidade na economia animam as movimentações no mercado imobiliário. Com a taxa Selic em torno de 4,5% ao ano, com previsão de recuo em fevereiro, bancos entram na disputa e apelam para uma oferta de crédito imobiliário competitiva.

A Concorrência entre bancos facilita a compra da casa própria

Conforme aponta o sócio-diretor da EXHO e especialista em mercado imobiliário, Pedro Paulo Ferreira Barbosa, os cinco maiores bancos brasileiros, Caixa Econômica, Banco do Brasil, Bradesco, Itaú e Santander disponibilizam diferentes linhas. “Na disputa para a atração de clientes, apresentam estímulos adicionais além da redução de juros, como a ampliação do valor do limite de crédito imobiliário”, afirma.

A Caixa Econômica Federal, por exemplo, oferece dois tipos de contratos para imóveis que se enquadram no Sistema Financeiro da Habitação (SFH), que não inclui Minha Casa Minha Vida (MCMV). O primeiro, com taxas a partir de 6,75% mais Taxa Referencial (TR). O segundo, mais novo, têm juros de 2,95% a 4,95%, mais a variação da inflação do período de vigência. “Até março, uma outra linha de crédito imobiliário com taxa pré-fixada deve ser lançada pela Caixa. Os detalhes da linha estão sendo fechados pela área técnica da Caixa. A nova modalidade não terá correção pela TR nem pela inflação (IPCA)”, antecipa.

O apelo na oferta mais atraente foi estratégia usada também pelo Santander, que no início de janeiro passou a financiar até 90% do valor de imóvel em compra com financiamento contratado na modalidade Sistema de Amortização Constante (SAC) de parcelas atualizáveis. Nele, o valor da prestação é maior nas parcelas iniciais e vai diminuindo ao longo do tempo.

O financiamento de até 90% do valor do imóvel vale para a compra de unidades residenciais a partir de R$ 90 mil, com recursos da caderneta de poupança. As taxas de juro variam e podem chegar à mínima de 7,99% ao ano mais TR. O mutuário poderá quitar o crédito imobiliário em até 35 anos ou 420 meses.

Fonte: Surgiu

Outros posts

  1. Veja Como Será O Imóvel Ideal Após A Pandemia

    Veja Como Será O Imóvel Ideal Após A Pandemia

    O Imóvel Ideal Após A Pandemia – Janelas Amplas, Que Permitam Ventilação Eficaz, Estão Na Lista De Prioridades De repente, aquela esteira ergométrica que ficava guardada no quarto da bagunça passa a...

  2. Santander Passa A Financiar Até 90% Do Valor Do Imóvel

    Santander Passa A Financiar Até 90% Do Valor Do Imóvel

    O Santander anunciou que aumentou o percentual máximo do financiamento imobiliário de 80% para 90% do valor do imóvel. A nova regra vale para financiamento de unidades residenciais pelo Sistema de Amo...

  3. Saiba Como Usar O Saldo FGTS Para A Compra Da Casa Própria

    Saiba Como Usar O Saldo FGTS Para A Compra Da Casa Própria

    Quem Possui O Saldo No FGTS, Pode Usar A Quantia Para A Compra De Imóveis E Construção, Para Quitar Totalmente Ou Parcialmente A Dívida Em Financiamento Em 2019, a Caixa Econômica Federal registrou 2...

Este site utiliza cookies para entregar uma melhor experiência durante a navegação.

Dahmer Imóveis

55 5199 812 2918